Notícias
 

Publicada em 28.10.2016

Encontro de Assombrações Pernambucanas diverte público.

Zoo Noturno Mal Assombrado, aconteceu na noite de quinta-feira (27/10) no Parque Estadual de Dois Irmãos (PEDI).

Pai da Mata, Cumadre Fulorzinha, Papa Figo, Velho do Saco, Curupira, Menino do Pirulito, Loira do Banheiro e Branca Dias foram algumas das assombrações que marcaram presença no Zoo Noturno Mal Assombrado, que aconteceu na noite de quinta-feira (27/10) no Parque Estadual de Dois Irmãos (PEDI). Adultos e crianças aproveitaram uma noite especial, onde puderam conhecer alguns animais de hábitos noturnos e conferir estórias de assombrações pernambucanas, com direito a muitos gritos e sustos. O evento é realizado numa parceria do PEDI com a empresa Recife Mal Assombrado, Trilogia Bio, Instituto Preguiça de Garganta Marrom (IPGM) e Associação de Funcionários e Amigos do Parque (AFAPA).

Miguel Fernandes, de 10 anos, ficou o passeio de mãos dadas com o avô, Edson Teles. “O primeiro foi mais assustador, porque eu não sabia que ele ia dar susto, e ficou dizendo que queria comer meu fígado”, disse o menino se referindo ao Velho do Saco. Os estudantes Vítor Gomes e Mariana Melo vieram pela segunda vez e levaram muitos sustos. “Esse ano foi diferente com novos personagens e trilha nova pela mata, eu gostei muito”, afirmou Vítor. “Esse ano teve assombrações novas, eu não conhecia a pisadeira, por exemplo”, disse Mariana.

O Gerente do Parque, George do Rêgo Barros, acredita que foi uma oportunidade de o público unir educação ambiental e cultura pernambucana. “Esse é o segundo ano do Zoo Noturno Mal Assombrado, e a cada ano a gente vai melhorando, acrescentando novos personagens. Esse na ano estamos fazendo um trecho maior da trilha da mata de Dois Irmãos. É uma oportunidade única de curtir atividades com os animais e aprender um pouco mais sobre a cultura pernambucana. Tudo isso com alguns sustos de vez em quando, é diversão garantida”, disse George.

Texto: Patrícia Correia

Foto: Bruno Monteiro