Logo policia civil logo bombeiros logo policia militar logo policia cientifica CORREGEDORIA GERAL DA SDS logo governo

Proerd forma sua 1ª turma na história de São Caetano

07 de Setembro de 2011

Proerd forma sua 1ª turma na história de São Caetano

Com decoração nas cores da Bandeira brasileira antecipando as comemorações do feriado de 7 de Setembro, o município do Agreste pernambucano, São Caetano, distante 148 quilômetros do Recife, comemorou um marco na sua história: a formatura da primeira turma do Proerd – Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência. A solenidade com mil alunos lotou a quadra da Escola Municipal Carmelita Gomes da Silva e contou com diversas autoridades civis e militares.

Crianças na faixa etária dos quatro aos 15 anos de sete escolas municipais receberam os certificados de proerdianos e fizeram juramentos de nunca se envolverem com as drogas e a violências. Pais, avós e tias estiveram presentes e ficaram encantados com a desenvoltura dos pequenos que tinham na ponta da língua a resposta do que vieram fazer naquele evento.

Raquel Rayane Bezerra, 6 anos, aluna da Educação Infantil da Escola Sizenando Leite, indagada sobre o que acontecia no local foi taxativa: “É a minha formatura no Proerd. Aprendi sobre trânsito, de não me envolver com estranhos e muitas coisas”, explicou. Diferentemente das crianças maiores, os baixinhos recebem noções de segurança pessoal, sinalização de trânsito, como lidar com pessoas estranhas e comportamento sexual. Explicou a instrutora soldado da Polícia Militar Viviane Cristina de Moura.

A militar, juntamente com o soldado e também instrutor, Márcio Fernando da Silva, a todo instante posavam para fotos com a criançada. Durante cerca de três horas de festa eles deram um show de animação. Dançar e cantar as músicas do Proerd não deixou ninguém cansado. Os familiares informaram que não conheciam o programa. “É maravilhoso o que esses policiais ensinaram a essas crianças”, disse Cosme Estelita da Silva, 55 anos, avo de uma das crianças.

A tia de um dos garotos, Renata Alves de Souza, 25 anos, aprovou o Proerd. “É um programa que fala com simplicidade, embora com seriedade sobre os males que as drogas causam. Nós adultos sabemos, mas não temos esse jeito de informar as crianças”, explicou.

Letícia Andrade Vieira Santos, 10 anos, que fez o juramento com a turma, sem nenhuma timidez, leu sua redação para a grande platéia. “Adorei participar desse curso e conhecer os perigos que as drogas causam as pessoas. Vou sentir muita falta dos policiais. Eles são maravilhosos”, disse.

Cidadania – O Secretário de Educação de São Caetano, Reginaldo da Silva, falou da satisfação em conhecer o programa e pretende dá continuidade ao que ele chamou de processo de cidadania. “A semente foi plantada cabe a nós pais e educadores fazer com que brotem bons frutos”, afirmou.

Segundo ele, a cidade possui 46 escolas municipais, três estaduais e pelo menos dez particulares. “Além do ensino de excelência que temos, pretendendo colocar em prática tudo o que esses policiais passaram assim como contemplar outras escolas com o Proerd”, disse. 

O Prefeito da cidade Jadiel Braga logo se familiarizou com os slogans do Proerd. “Luiz, câmara e ação”, disse ao iniciar seu discurso, tendo em vista que a frase significa silêncio. Parabenizou os instrutores, o governo do Estado e a todos da Secretaria de Defesa Social por proporcionar ao município um dia que ficará para a história dos moradores. “A partir de agora vamos colocar em prática tudo o que esses jovens aprenderam. A semente foi plantada e tenho certeza que dará bons frutos”, afirmou.

O Gerente de Prevenção e Articulação da SDS, João Evangelista, agradeceu aos professores pelo apoio assim como o prefeito e secretário de educação por terem acreditado no programa. “O futuro do nosso país está nas mãos desses jovens. Só deixaremos de construir presídios quando construirmos mais escolas” enfatizou ao falar da necessidade de se erradicar as drogas do convívio da sociedade.

O major Jailton Barros, coordenador pedagógico do Proerd, informou que a meta é atender todos os municípios pernambucanos e formar 50 mil jovens até o final do ano. Também participaram da solenidade de formatura representantes do 4º Batalhão, sediado em Caruaru.

O Coral do Peti – Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, composta por jovens na faixa etária dos sete aos 15 anos, se apresentou e cantaram a música “Tempo de Ser Feliz” e foram aplaudidos de pé. Eles se apresentam com o Quinteto de Metais da Fundação Música e Vida de São Caetano.

Últimas Notícias

  • 14 de Dezembro de 2018

  • 12 de Dezembro de 2018

  • 11 de Dezembro de 2018