30.04.2020

Câmara Técnica ressalta importância de Boletim Eletrônico para as mulheres vítimas de violência

Na última quarta-feira (29), a Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-Pe) realizou, através de videoconferência, uma reunião de trabalho da Câmara Técnica para o Enfrentamento da Violência de Gênero contra a Mulher do Pacto pela Vida. O encontro aconteceu para reforçar o avanço na implantação de Boletim Eletrônico para as mulheres vítimas de violência doméstica, através da Delegacia Interativa de Pernambuco.

No cenário atual do Covid-19 houve aumento significativo nos casos da violência contra a mulher nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI’s) e feminicídios, no Estado. Diante do quadro local, a reunião encaminhou a articulação entre a Polícia Civil e a Secretaria de Defesa Social (SDS), sobre a urgência da implantação do Boletim Eletrônico no Estado. A medida é de grande importância para as mulheres que se encontram em confinamento e podem estar mais vulneráveis à violência doméstica. O Boletim Eletrônico é uma alternativa que facilita o acesso às denúncias, contribuindo para o não silenciamento das pernambucanas.
A reunião foi coordenada pela secretária da Mulher de Pernambuco, Silva Cordeiro e pela Diretora de Enfrentamento da Violência de Gênero (SecMulher-PE), Bianca Rocha. É importante destacar a valorosa contribuição da Coordenadora da Comissão dos Direitos da Mulher da Alepe, deputada Delegada Gleide Ângelo. 
Trazendo contribuição de outro Estado, a coordenação da Câmara convidou quatro delegadas da Polícia Civil da Paraíba. Lá foi implantado o Boletim Eletrônico para casos de violência contra as mulheres. Dessa forma, foi possível trazer a experiência do Estado vizinho para contribuir com a implantação em Pernambuco.  Cassandra Duarte, da chefia da Polícia Civil Paraibana, Maisa Araújo e Renata Matias, do Departamento de Policia da Mulher e Anny Maciel da Acadepol dissertaram sobre a experiência do BO Eletrônico na Paraíba. O Chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Nemias Falcão, Polyane Farias (DIRESPE) e Julieta Japiassu (DPMUL) contribuíram com as informações de Pernambuco.