09.07.2021

NOTA DE PESAR PELA MORTE DE ROBERTA SILVA

Infelizmente hoje o ódio e a violência venceram a vida. A mulher trans Roberta Silva, 33 anos, que teve 40% do corpo queimado, faleceu na manhã desta sexta-feira (9/6), no Hospital da Restauração. Prestamos nosso respeito e solidariedade à família, amigas e amigos de Roberta e a toda a comunidade LGBT. O Governo de Pernambuco não tolera crimes de ódio e repudia que uma pessoa seja assassinada pela sua condição de gênero ou orientação sexual. Pernambuco atua, permanentemente, na política de prevenção, junto às secretarias e aos municípios. Roberta era assistida pelos programas Atitude e recebia o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Neste momento, a família recebe apoio e amparo da Coordenadoria LGBT do Estado, e da Secretaria de Assistência Social do município do Recife.
Para prevenir e impedir a violência contra pessoas LGBT, foi instituído pelo Governo do Estado de Pernambuco, mais um instrumento, o Comitê de Prevenção e Enfrentamento da Violência LGBTFóbica para estruturar as ações de enfrentamento a essa violência. Nele, reunimos as Secretarias Estaduais da Mulher; Desenvolvimento Social, Criança e Juventude; Defesa Social; Saúde; Educação e Esportes; Justiça e Direitos Humanos e Prevenção à Violência e Drogas, para traçar novos planos contra o preconceito, através de ações enfáticas. O comitê trabalhará de forma integrada para capacitar, assessorar e mobilizar em articulação com os municípios, a prevenção, o acolhimento às vítimas e punição aos agressores.
Informamos ainda que o adolescente de 17 anos apreendido por ato infracional análogo a tentativa de homicídio qualificado contra Roberta, cumpre internação na Funase, onde aguarda sentença.
 
Secretaria da Mulher de Pernambuco
Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ)