31.08.2021

Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha

Neste 25 de julho – Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana  e Caribenha e Dia Nacional de Teresa de Benguela, a Secretaria da Mulher de Pernambuco junto ao Comitê de Mulheres Negras Metropolitanas, homenageia duas mulheres, sendo elas, Edileusa Maria e Mãe Lúcia de  Oyá, símbolos de luta pela igualdade racial e reconhecimento da negritude das mulheres negras. Para marcar a data, também será realizada a web conferência com o tema “A afrolatinidade da Mulher Preta: Respeito, segurança alimentar e pandemia”, na quinta-feira (22), às 14h30, pelo canal de youtube da SecMulher-PE.
A webconferência tem como objetivo debater as estratégias utilizadas para minimizar os impactos da pandemia do novo coronavírus na população de mulheres negras, a dificuldade de acesso à direitos básicos de sobrevivência e a importância de uma alimentação saudável. Acessar uma alimentação de qualidade envolve a temática de segurança alimentar que dialoga com o aumento da imunidade, nutrindo com eficiência as necessidades do corpo para sua autodefesa e se torna urgente a atenção para esta pauta.
Mediando o evento estará Marta Almeida, que é pedagoga e Conselheira de Igualdade Racial de Pernambuco; e Integrante do Comitê de Mulheres Negras Metropolitanas de Pernambuco. Contribuindo para o debate: Vilma Ramos, Nutricionista e coordenadora de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria de Estado da Saúde de PE e Adriana Borges, Gastróloga, Bióloga, Pesquisadora e Produtora Cultural.
 
O Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha foi instituído por um colegiado de ativistas pela causa feminista e melhoria das condições de vida das mulheres negras em todos os países latino-americanos. Neste dia são reverenciados os ícones femininos que nos servem como referência de personagens históricos, e por isso celebra-se a memória e os feitos de Teresa de Benguela - uma escrava que virou rainha e liderou um quilombo de negros e índios, um simbolo de resistência pelo protagonismo feminino, homenageando a todas as mulheres que lutaram contra a escravização do povo negro como: Dandara, Alqualtune e Luiza.
 
 
Web conferência: A afrolatinidade da Mulher Preta: Respeito, segurança alimentar e pandemia.
Horário: 14h
Transmissão: Canal da SecMulher de PE
www.youtube.com/channel/UCCUdUwcMdoGLy6aqboneJ5A