Logo da ATI

Notícias da ATI

Notícia publicada em 22/07/2020 às 09:54

Encontro Virtual promovido pela ATI reúne 56 Gestores de TIC

/image/journal/article?img_id=11804948&t=1595422536153

 

A Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI-PE), órgão vinculado à Secretaria de Administração (SAD-PE), realizou na terça (14/07), o 3º Encontro de Gestores de TI de 2020 dos órgãos do Poder Executivo do Estado de Pernambuco. 

 

O Encontro promovido pela Gerência da Gestão Descentralizada de TI (GGD/ATI) , que tem o objetivo de promover a troca de experiência entre os Gestores de TI e dar as orientações técnicas sobre Gestão de TIC, aconteceu pela segunda vez de forma virtual, por conta da pandemia. “Conseguimos reunir a mesma quantidade de gestores de TI, de um encontro presencial. Contamos com a participação dos principais órgãos do estado, onde foram tratados assuntos bem pertinentes ao momento que estamos passando que são os Serviços Digitais no Governo”, comemorou  a gerente da GGD, Márcia Bion. 

 

No evento, foi apresentada a experiência de sucesso de transformação digital dos Serviços da Junta Comercial de Pernambuco (JUCEPE) pelo Gestor de TI do órgão, Heitor Moura.  “A JUCEPE implantou vários serviços digitais, proporcionando o atendimento remoto ao usuário. Hoje, por exemplo, é possível conseguir um alvará de funcionamento de forma online em 30 minutos. Também é possível abrir uma empresa concentrando toda a burocracia na própria JUCEPE. Essa digitalização do serviço fez também com que a Junta pudesse trabalhar de forma remota durante esta pandemia”, relatou Heitor.

 

Já o Diretor de TI e Transformação Digital da ATI, Romero Guimarães, apresentou o modelo da Plataforma do Governo digital, que tem o objetivo de expandir a oferta de serviços públicos digitais ao cidadão com menor custo e maior abrangência, a fim de simplificar a vida do cidadão e melhorar a qualidade dos serviços digitais do Governo.  “A plataforma de governo digital de Pernambuco vai disponibilizar, para os órgãos do Poder Executivo, ferramentas e serviços para proporcionar a transformação dos serviços do Governo em serviços digitais com menor custo e maior velocidade. Ganha o cidadão, que não vai precisar se deslocar e perder tempo para utilizar os serviços, e o ganha o Governo que vai reduzir seus custos”, enfatizou Romero.

 

De acordo com a presidente Ila Carrazzone, a ATI fará um levantamento dos serviços do governo que serão elegíveis de se tornar Digitais, através de uma pesquisa enviada às áreas de TI nos órgãos do Poder Executivo.